AMARANTE GOLFE OPEN

03 February 2022

O Amarante Golf Clube e a Federação Portuguesa de Golfe assinaram um protocolo para o lançamento do Amarante Golfe Open, em Junho, prova que conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Amarante. Na celebração dos 25 anos do clube, pretende-se fixar um novo torneio no calendário, com prémios monetários de 15 mil euros, tornando-o no segundo evento mais importante, depois do Campeonato Nacional Absoluto Hyundai.

A Federação Portuguesa de Golfe (FPG) assinou um protocolo com o Amarante Golf Club (AGC) para criar o Amarante Golfe Open, de 10 a 12 de junho, com o Pro-Am a decorrer no dia 9, distribuindo prémios monetários no valor de 15 mil euros, sob o elevado patrocínio da Câmara Municipal de Amarante (CMA).

O Amarante Golf Open irá integrar o Circuito da FPG, o qual, desde 2021, passou a integrar golfistas profissionais, mantendo os melhores amadores portugueses. O vencedor irá embolsar 7.500 euros, ou seja, o valor que normalmente é o “prize-money” global de uma das cinco etapas do Circuito FPG. Tratar-se-á, por isso, de um dos pontos mais altos do calendário federativo a nível interno, superado apenas pelo Campeonato Nacional Absoluto Hyundai, cuja compensação pecuniária ascende a 20 mil euros.

“Neste ano de comemoração do 25.º aniversário do AGC, a FPG não poderia deixar de associar-se a uma iniciativa que lança um evento para atletas profissionais e amadores, para mais, ao encontro da nossa estratégia de ligar os dois setores, num evento que esperamos que continue”, disse o presidente da FPG, Miguel Franco de Sousa.

“É um campo que já foi palco de grandes torneios da FPG e da PGA de Portugal, que foi uma casa importante na formação de atletas, e esperamos que o evento seja um momento de viragem e de regresso em grande ao panorama do golfe nacional”, acrescentou.

“Damos os parabéns à Direção do AGC e à Administração da entidade gestora do campo, que fizeram um excelente trabalho de recuperação do campo, encontrando-se em excelentes condições de manutenção”, elogiou Miguel Franco de Sousa.

“A FPG faz também questão de enaltecer e congratular a CMA, na pessoa do seu Presidente, o Dr. José Luís Gaspar, pela forma como se propôs investir no Amarante Golfe Open, tornando não só possível um sonho da direção do CGA, mas, simultaneamente, revelando uma visão estratégica de promoção do seu município através do golfe. Um exemplo raro, nos dias que correm“, concluiu o líder da FPG.

“O Município de Amarante ficou agradado quando viu que a FPG aposta neste torneio e fez este protocolo com o AGC. Claro que é nossa responsabilidade que torneios desta envergadura tenham o patrocínio da Câmara. E espero que este evento venha para ficar, pois é uma parceria que nos orgulha”, declarou, por seu lado, José Luís Gaspar, o presidente da CMA.

“Estamos a falar de um campo construído há 25 anos, que fundamental para o turismo na região. Amarante é uma terra de património, de cultura, de natureza e um dos seus pilares é o desporto, nomeadamente o golfe, que acrescenta valor a este território. No plano estratégico do turismo em Amarante estabelecemos cinco vetores e um deles é o golfe”, explicou o autarca.

“Temos um relacionamento muito estreito com os novos gestores do campo, até muito maior do que antigamente. Esta é uma Direção que acompanha a ambição de Amarante de dar ainda mais visibilidade àquele espaço e são parceiros fantásticos”, frisou José Luís Gaspar.

“Com a Federação Portuguesa de Golfe somos também parceiros no programa de golfe nas escolas. É importante desmistificar esta ideia de que o golfe é só para as elites. Não, o golfe é para todos, é para os que tiverem vontade de praticar este desporto. Por isso, desde a primeira hora, associámo-nos à FPG para que o golfe fosse levado às nossas escolas e iremos incentivar ainda mais a prática do golfe para quem quiser”, concluiu José Luís Gaspar, que há pouco tempo iniciou o seu terceiro mandato à frente do concelho.

Pedro Silva Mendes, presidente do AGC, explicou que o Amarante Golfe Open nasceu “como um sonho antigo, porque Amarante tem grandes pergaminhos no golfe nacional, e quando retomámos o caminho e a responsabilidade de recuperar a prática desportiva do golfe em Amarante, assumimos que era igualmente importante recuperar as competições que fizeram a nossa história”.

Entre 2001 e 2008, o AGC foi o palco do Campeonato Nacional de Profissionais, bem como de um outro Open integrado no calendário da PGA de Portugal. Dois dos melhores golfistas portugueses de sempre foram coroados em Amarante – António Sobrinho e Daniel Silva. Mais recentemente, em 2021, Pedro Figueiredo, jogador do DP World Tour (a primeira divisão europeia), também venceu o Amarante International Pro-Am.

“Tivemos provas que trouxeram grandes nomes nacionais a Amarante. Lançámos esse desafio e percebemos que seria essencial ter como parceiro a FPG. Nasceu assim esta prova em conjunto, com o alto patrocínio da CMA. Queremos criar condições para que os nossos profissionais de golfe tenham oportunidade de jogar em Portugal e Amarante quer fazer parte desse percurso, desse circuito”, sublinhou Pedro Silva Mendes, que encabeça o AGC desde 2019.

Ao integrar o Circuito FPG, o Amarante Golfe Open passará a contar para o ranking da PGA de Portugal, que funciona igualmente como o ranking da seleção nacional de profissionais, ou seja, a tabela que, entre outras valências, designa os profissionais que terão direito a convites para atuarem em alguns torneios do Challenge Tour de 2022, a segunda divisão profissional europeia.

O Amarante Golfe Open irá acolher, ainda, os melhores amadores nacionais, alguns dos quais com sonhos de uma carreira profissional. Sendo um torneio de três dias, com 18 buracos por jornada, irá contar também para o ranking mundial amador, para o Ranking Nacional BPI da FPG (a hierarquia para amadores de alta competição) e para o ranking do Circuito FPG, à semelhança do que já sucede nas outras cinco etapas do Circuito da FPG e no Campeonato Nacional Absoluto Hyundai.


Similar articles

Is the future called premium golf league?

Is the future called premium golf league?

It is an old story, which seems to return now (again) in force. We were in the 90s, when Greg Norman pushed the idea of an innovative world circuit, reserved only for the best among the best.

THE MAN BEHIND THE PLAYERS

THE MAN BEHIND THE PLAYERS

At 56 years old, Pedro Lima Pinto is an unavoidable figure in national golf. He is the most visible face of Greatgolf, the career management agency he founded to help young Portuguese golfers. The agency currently represents five golfers, and has a fundamental rule: it only works with those who are dedicated exclusively to the game.

 

CAPA_N.73.jpg

© GolfePress

Make sure you never miss an issue of GOLFE Portugal & Islands magazine
call (+351) 291 639 100 or e-mail us at This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

Cofinaciado por: